seo-smo-midias-socias-miltondesign

Segundo os especialistas estas regras de SEO são as mais básicas que você precisa seguir se você quer manter sua vantagem competitiva no mundo em constante mudança da internet. Aqui estão sete práticas que você pode seguir para obter a sua presença on-line.




1. Use o WordPress como um CMS

Se estamos falando em SEO, não existe plataforma melhor do que o WordPress, pois, com pouco esforço você conseguirá configurá-lo, deixando do jeito que você deseja. E, por ser muito semântico e desenvolvido seguindo ótimas técnicas de programação é o sistema “queridinho” do Google.

Você pode fazer esse Curso WordPress para entender o funcionamento do WordPress, isso vai facilitar muito as coisas.

2. Use um tema responsivo

Hoje não faz mais sentido deixar os equipamentos menores (tablet, smartfones e celulares) de fora, dessa forma, tenha um tema que se ajuste automaticamente a qualquer tamanho de dispositivo, além do que, como aconteceu com recente mudança do algoritmo do Google (intitulado Mobilegeddon ) que privilegia páginas mobile-friendly, nos resultados de pesquisa, então, por favor,  seu tema WordPress tem que ser “responsivo”, necessariamente, pois, isso também faz parte de um bom SEO.




3. Social Media Optimization (SMO)

No rodapé dessa página existem vários pequenos botões. Eles não estão lá por acaso. Eles estão ligados, cada um, aos meus canais de mídia social, procure usar o nome da sua empresa, tag e/ou palavras-chave destinadas a informar ao Google, e aos seus visitantes, quem somos e o que oferecemos, e, é claro, maior engajamento.

Se você é um negócio B2B ou B2C, você deve ter uma presença em todos os sites que seu público está presente. No mínimo, crie uma página de negócios em todos os sites que você pode pensar de modo que ninguém mais possa usar o seu nome comercial, use a ferramenta de verificação online para saber quais ainda estão disponíveis. É muito importante que esteja presente, pelo menos, no Facebook, Twitter, LinkedIn, Google+ e YouTube, isso ajudará muito o seu SEO.

Sei que isso demandará tempo, mais construa comunidades ativas em cada uma das redes sociais que você achar que obterá o melhor ROI (Return On Investment – Retorno sobre investimento). Este é o mínimo que você deve fazer para o seu site ou blog, se você quiser manter sua vantagem com o Google e seus clientes potenciais.

4. Publicar um Blog

Se você optou pelo WordPress, tenho certeza que fez isso, você já sabe que tem um blog integrado ao seu site, então, use esse recurso publicando regularmente (pelo menos uma vez por semana), conteúdo criado em múltiplos formatos (textos, imagens, infográficos, Slideshare, PDF, vídeo) é uma obrigação para SEO de qualquer startup que quer uma vantagem sobre seus concorrentes e deve fazer parte do seu Inbound marketing.

Se você não sabe sobre que assunto começar a produzir conteúdo, uma boa sugestão é entrevistar seus clientes. Pergunte-lhes sobre os seus “pontos de dor”, os problemas que eles enfrentam e como eles acham que você pode ajudá-los a resolvê-los. Em seguida, escreva sobre o assunto no seu blog. Bom nunca é demais escrever: não esqueça de colocar as suas palavras-chave visando o seu posicionamento de SEO.




O melhor plugin para a tarefa de SEO, no conteúdo do seu blog é o WordPress Seo By Yoast, pois ele permite realizar as seguintes coisas:

Ele permite que você configure praticamente tudo para SEO no seu site.

  • Títulos
  • Meta-Description
  • Taxonomias
  • Facebook Open Graph
  • Twitter Cards
  • Google Authorship
  • Sitemap XML
  • Trilhas de Navegação (breadcrumbs)
  • Conteúdo para RSS

Como conseguir inspiração para escrever os seus conteúdos

Você pode ir a um site como o Yahoo Respostas e ver que tipo de perguntas as pessoas estão fazendo sobre o seu ramo de negócio, produto ou serviço.

Use o Google e outras ferramentas de palavras-chave para pesquisar as palavras que as pessoas estão buscando, quando eles fazem essas perguntas e inserem palavras-chave naturalmente em suas dúvidas.

Não se esqueça de inserir botões de compartilhamento social em seu blog, para que seus leitores possam compartilhar seu conteúdo em suas redes.




5. Construir uma lista de endereços

Há um velho ditado na internet – ” O ouro está em sua lista de email”.  Há uma razão muito boa para isso. É porque o melhor lugar e mais confiável para chegar ao seu cliente, estar em sua caixa de entrada.

Para começar a construir uma lista de email contrate um serviço como o Mailchimp (esse serviço tem uma conta gratuita de até 2000 emails cadastrado) e a partir de um plugin coloque na sidebar do seu Blog o formulário para captura de email. Convide os leitores a assinar o seu blog. Você também pode oferecer algo em troca pela assinatura da lista.

6. Peça Comentários e Recomendações

Não são apenas os rankings do Google que são importantes para os clientes potenciais. Eles também gostam de ler os comentários e recomendações de seus clientes. Isso ajudará muito o seu negócio, acredite.

Se você tem uma empresa, definitivamente, deve ser pró-ativo(a) encorajando os clientes a deixar um comentários, curtir sua Fanpage ou sua Página no Google+ ou fazer um depoimento, em todos os posts. Veja no final desse post.

Os comentários também ajudaram no seu SEO.

7. Fornecer excepcional serviço ao seu cliente

Hoje, quando até mesmo empresas multinacionais são obrigados a criar um canal separado, exclusivamente para atendimento ao cliente no Twitter, os clientes esperam respostas dentro de algumas horas ou menos, não há desculpa para não responder a consultas de clientes ou reclamações nas redes sociais.

Seja via Chat em seu site, seus comentários do Facebook ou do Twitter, você precisa ter uma maneira para os clientes chegar até você e obter uma resposta rápida e cortês em um tempo razoável. Não fazê-lo pode significar a morte do seu negócio.

Muito mais conteúdo poderá sem encontrado no ebook “Tirando o máximo do seu blog”, clique e conheça o conteúdo.

Gostou do post? Comente, curta e Compartilhe.

Precisando de ajuda? Clique aqui, podemos te ajudar.

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *