Criar site em WordPress: 5 pontos essenciais do porquê nós preferimos




1. É muito fácil de usar!

Não existe outro CMS mais fácil de usar para criar site, do que o WordPress. Tudo no WordPress é simples de usar e tem fácil acesso através do painel de administração. Nesse painel visualizamos todas as opções e tudo que pode ser feito no software de forma muito intuitiva.

Na inclusão novos conteúdos ou mesmo na edição dos conteúdo existentes isso se faz de maneira muito simples é fácil como se você estivesse editando um texto no seu Microsoft Word ou outro editor semelhante. O painel de edição é bem simplificado e muito intuitivo e tem tudo o que se precisa.

2. Não tem limitações

É muito fácil aprender a criar sites para esta plataforma e realizar novas implementações como adição de plugins ou construção de temas personalizados permitindo expandir totalmente a capacidade do WordPress.

Nas questões de plugins WordPress, tem plugin para quase tudo que se precisa, são mais de 50 mil. Isso torna o WordPress um software poderoso para criação de sites e blogs.

Grandes empresas como Volkswagem, Ministério da Cultura, Petrobras, New York Time, Sony dentre milhares de outras fazem uso do WordPress em algum momento para criar sites ou seus blogs. São mais de 100 milhões de downloads do software WordPress a cada nova atualização, sem contar as novas instalações a cada dia.




3. Possui código-fonte livre

O WordPress é livre, dessa forma todo mundo pode ver e modificar os seus programas fontes. O WordPress tem milhares de programadores ao redor do mundo prontos para ajudar a criar sites nesse CMS. Nós da MILTON DESIGN somos especialistas no WordPress e podemos te ajudar na tarefa de criar o seu primeiro site. Se precisar de um especialista.

4. Já vem otimizado para o Google e outros mecanismos de busca

O WordPress é otimizado para os mecanismos de busca, ou seja, é GOOGLE-friendly. O Google adora a estrutura semântica do WordPress. E os sites ou blogs nesse CMS são muito bem indexados, pois tudo no WordPress é completamente SEO friendly e isto proporciona aos usuários, além de criar sites bonito, um site que atrai muito os visitantes. Você não quer ficar fora dessa, não é?

5. O WordPress é constantemente atualizado

WordPress é constantemente atualizado e, sempre que um problema em seu núcleo (core) é identificado, imediatamente nova versão é lançada corrigindo o problema, dessa forma criar site em WordPress é uma excelente opção de desenvolvimento e altamente muito confiável. Além de tudo ele é mantido por uma comunidade de milhares de programadores no mundo inteiro.

Seja atualizações de segurança ou atualizações de novos recursos no WordPress, estes são desenvolvidos a partir de feedbacks dos próprios usuários para os desenvolvedores. O WordPress é desenvolvido de forma colaborativa, você pode contribuir também.




Conclusão

Criar site em WordPress, além de tudo o que foi escrito anteriormente, é uma excelente opção de CMS para a sua estratégia de Marketing de Conteúdo, pois, o seu blog pode ser integrado com as principais mídias sociais aumentando em muito a visibilidade e o engajamento do seu conteúdo.

Escrevemos um ebook: Tirando o máximo do seu Blog, que poderá te ajudar a entender melhor o que é preciso saber desde o início da criação de site ou blog em WordPress  para ter sucesso no seu empreendimento digital.

Gostou do post? Comente, curta e Compartilhe.

Precisando de ajuda? Clique aqui, podemos te ajudar.

 

Google e a nossa realidade

Pesquisas apontam que mais de 90% das pessoas pesquisam na internet por produtos ou serviços antes de comprá-los.

Hoje qualquer informação buscada se faz através de uma palavra-chave no box (caixinha) dos buscadores  esperando encontrar o que procuram.




Foi com esse propósito, organizar a web, que buscadores como o Google mudou a forma de indexar as páginas. Por esse motivo os sites hoje precisam ter como característica principal o conteúdo para que sejam encontráveis na rede.

A facilidade de uso e a integração entre quem escreve e quem lê foram os principais responsáveis por essa popularidade, e o que inicialmente era um serviço para publicação de diários pessoais online se tornou uma poderosa ferramenta de informação e entretenimento, usada por adolescentes, jornalistas e até por grandes corporações.

Google e o hipertexto

Os mecanismos de busca desenvolvem ferramentas e algoritmos poderosos para rastrear o conteúdo das páginas web. Eles exploram toda web varrendo o hipertexto em cada página.

Com bom senso e utilizando os diversos recursos que temos hoje para SEO para construção de nossas páginas web é possível construir sites que possam ser melhores indexáveis. Então, a nossa maior tarefa é construir páginas com textos relevantes e otimizadas para os buscadores.




A web é uma grande biblioteca e as páginas precisam ser catalogadas. Só que para saber o que as páginas têm, e qual o conteúdo, é necessário que os robôs leiam e entenda o que está lendo. Esses robôs são muitos rápidos, leem as páginas em frações de segundos, então, precisamos projetar textos utilizando algumas estratégias para ajudar os robôs a entenderem o conteúdo do site ou blog.

 

Google: SEO, palavra-chave e o texto

A primeira preocupação que devemos ter antes de projetar o nosso site, é dar atenção as palavras-chaves que desejamos como foco, pois, são justamente essas palavras, que orientarão o que necessita ser indexado pelos buscadores. Sendo assim, antes de escrever um texto para ser colocado no site ou blog, precisamos levar essas estratégias em consideração.

Para ajudar nessa tarefa, podemos preparar algumas perguntinhas que poderão nos ajudar na escolha, como por exemplo:

  1. Quem é o nosso público alvo?
  2. O que buscariam em nosso site?
  3. Uma análise nas estatísticas, caso estejamos fazendo um redesign, também será uma boa fonte de informação.

 

O que deve ser verificado em nossos textos

De posse das palavras-chave, partimos para o projeto do nosso texto e nesse momento devemos observar os seguintes itens:

  • Relevância
  • Densidade
  • Proeminência
  • Proximidade

 

Relevância é a utilização, por página, de algumas palavras-chaves. Não devemos nos esquecer que os buscadores indexam a partir dessas informações. Na sua analise os buscadores procuram a relevância das palavras-chaves dentro do conteúdo do texto, então, devemos ser o mais específicos possível.

Densidade é a frequência com que as palavras-chaves aparecem no nosso texto. Se uma da palavras-chave  “computador” faz parte do nosso objetivo, é necessário que essa palavra apareça mais frequentemente no nosso texto, desta forma, os buscadores acharão relevante o conteúdo do texto. Mas lembre-se, que a repetição demasiada das palavras-chaves pode ser desagradável para quem estiver lendo o nosso texto, portanto, seja sensato(a). Os buscadores têm regras e o excesso pode se interpretado com tentativa de burlar essas regras e, nesse caso, pode ser que não alcancemos o objetivo almejado.

Proeminência envolve os diversos locais onde a palavra-chave aparece. Elas não devem estar somente no corpo do texto, deve ser referenciadas em outras partes, como: no título (TITLE), no META-TAG, no ALT das imagens, nos nomes dos arquivos HTML e nos nomes dos arquivos de imagens. Isso permite utilizar a palavra-chave diversas vezes dentro do HTML, permitindo assim, maior relevância.

Proximidade é a distância entre as palavras-chaves no texto. Trabalhando corretamente a proximidade e a densidade, conseguiremos dar relevância adequada à nossa palavra-chave, facilitando a busca.

 

Concluindo

Escrevendo também pensando nos buscadores pode ser uma questão de sobrevivência, onde, para se alcançar a visibilidade é necessário construirmos sites com base em três pilares: 1- conteúdo, 2 – popularidade e 3 – tecnologia, que na medida certa, pode contribuir para uma bom posicionamento nos buscadores, gerando excelentes resultados.

 

Gostou do post? Comente, curta e Compartilhe.

Precisando de ajuda? Clique aqui, podemos te ajudar.

 

Curso de WordPress

Criando Blog WordPress Básico

Esse curso é para pessoa como você que deseja ter o seu blog sem se preocupar com programações. Nele, você aprenderá a instalar o WordPress e configurá-lo sozinho(a) para uso imediato, ou seja, permitirá a você enquanto assiste as vídeo-aulas já ir fazendo as configurações e inserindo o seu conteúdo, páginas e posts.

 




 

Esse curso é totalmente gratuito e com certificado grátis, que também serve como comprovação de horas extras, adicionais para complementar horas acadêmicas, para concursos públicos etc.

Conteúdo programático do curso

Módulo 1: Primeiros passos

  1. Palavras iniciais
  2. Instalando o WordPress
  3. Conhecendo o WordPress
  4. Conhecendo o Painel do WordPress

Módulo 2: Adicionando o Conteúdo do Blog

  1. Criando um Post
  2. Criando uma Página
  3. Moderação de comentários

Módulo 3: Administrando os usuários

  1. Administrando os usuários do seu blog

Módulo 4: Configurações finais

  1. Aprendendo a trabalhar com Widgets
  2. Instalando novos temas gratuitos
  3. Criando o menu de navegação
  4. Instalando Plugins

Módulo 5: Conclusão

  1. Palavras finais
  2. Bônus – Plugins Úteis

Inscrevam-se agora no Curso Grátis de WordPress, já são centenas estudando.

 
Gostou do post? Comente, curta e Compartilhe.

Precisando de ajuda? Clique aqui, podemos te ajudar.

 

Negócio Digital

Para se obter resultados significativos, para o seu negócio, não basta montar um site ou loja virtual e aguardar os acessos que podem gerar negócios. Todo um planejamento estratégico deve ser levado em consideração. Este planejamento chamamos de Marketing Digital. Para atingir os objetivos almejados vamos algumas recomendações.




 

Usabilidade

Usabilidade numa regra geral, significa facilidade no uso. Quanto maior for essa facilidade em os usuários atingirem os seus objetivos e com maior a rapidez (menor número de cliques) garantirá a satisfação e negócios poderão se concluir. Os sites hoje devem ser planejados visando a maior simplicidade possível, recursos pirotécnicos, introdução animadas ou mesmo sites todo em flash, que demoram para carregar afugentam usuários. Não estamos condenando, veementemente, animações em flash, como banners, por exemplo, estes tem o seu papel, mas não devem impedir uma navegação agradável. O site não são construídos para o nosso deleite e, sim, realizarmos negócios.

 

Otimização

Também conhecido por SEO (Search Engine Optimization) que visa otimização para mecanismos de busca.





A otimização é um conjunto de técnicas que visão estruturar as informações sobre o seu negócio (relevância), objetivando um melhor posicionamento nos buscadores. Através de palavras-chave contidas no site (título, conteúdo das páginas etc), que devem ser específicas sobre o seu negócio e constantemente atualizadas é que possíveis consumidores chegaram até seus negócios. Além de pensar nas palavras-chave a codificação do site também é muito importante, pois sites em flash, se você ainda tem um, não permite aos buscadores “ler” o conteúdo das páginas, portanto, não permitirão uma boa indexação.

 

Publicidade

A propaganda é a alma do negócio, além de incluir em toda a sua papelaria o endereço eletrônico do seu site existe também a publicidade on-line que tanto pode ser feito através de links patrocinados nos próprios sites de busca, como por exemplo o Google Adwords, UOL etc., como em mídia sociais através de trocas de banners, neste caso, que seja vinculado em sites ou mesmo comunidades ligadas ao tipo de negócios, pois, de outra forma a propaganda poderá não surtir os resultados esperados.

 

Redes Sociais

A febre das redes sociais (Orkut, Facebook, Myspace, Twitter etc) tornaram essas, grandes ferramentas para alavancar negócios, onde especialistas acordam que o futuro dos negócios estarão ai baseados no uso dessas plataformas, por ser um canal de comunicação direta entre a empresa e seus clientes. O entendimento desse ambiente, como o seu dinamismo, como o público-alvo reage e interage e de vital importância para o posicionamento e uso.

 




 

Email Marketing

E a propaganda através do email. Pesquisas recentes indicam um alto nível de resultado, na ordem de 62%, onde entrevistados revelaram que realizaram compras a partir de um email com promoções. Para que esta ferramenta seja bem utilizada, é necessário definir os objetivos a alcançar e a estratégia sobre como utilizar diferentes formas de campanha, neste caso é sempre bom consultar um especialista no assunto, para não desenvolver uma campanha negativa para o negócio.

Concluindo, as dicas acima te ajudarão a alavancar o seu negócio, seja ele digital ou não, mas a compreensão ampla te ajudará muito mais, sendo assim, criamos o ebook “Blogs que vendem: Aprenda a criar e se relacionar com o seu público” escrito de maneira clara, simples e direta para qualquer tipo de negócio digital.

 

Gostou do post? Comente, curta e Compartilhe.

Precisando de ajuda? Clique aqui, podemos te ajudar.

 

O desempenho do WordPress

O WordPress é um CMS fantástico, seja na questão de instalações, seja nas questões de uso geral. O recursos que se podemos implementar a partir de plugins são infindáveis, mas tudo isso tem um preço. O consumo de memória e o desempenho.




Aos poucos o nosso WordPress começa a ficar muito lento para carregar mesmo com plugins de cache bem configurado. Ai nos chega a questão, como verificar e melhorar o que está tornando o nosso WordPress lento?

Para realizar essa tarefa, como não podia deixar de ser, temos um outro plugin para nos ajudar na tarefa o: P3 (Plugin Performance Profiler). Ele vai ajudar você a minimizar o problema, emitindo relatório de uso do WordPress no seu site.

Instalando o plugin

Para instalar esse plugin você pode usar o seu painel de administração do WordPress, na opção plugins e Adicionar Novo. Esse plugin não requer nenhuma configuração adicional, basta instalar e usar.




Depois de instalado ele estará disponível em Ferramentas, como podemos ver na imagem abaixo.

p3-uso-miltondesigner

Clicando sobre a opção você terá a seguinte painel.

p3-painel-miltondesigner

Nesse painel você receberá o número de plugins ativos. clique no botão Start Scan.

p3-start-scan-miltondesigner




informe o nome para o arquivo que vai receber o seus dados.

O plugin vai varrer o seu site ou blog e, depois de alguns minutos vai te apresentar um gráfico de execução com o consumo de cada plugin no carregamento. Veja a figura abaixo.

p3-grafico-miltondesigner

 

Como pode ser visto o Jetpack que é um plugin fantástico e também o grande vilão nesse gráfico e, por conseguinte, que consome maior recurso no carregamento.

Existem outras abas, a cima do gráfico, com outros detalhamentos muito interessantes, verifique.

De posse desses dados você pode decidir o melhor a fazer para melhorar o desempenho do nosso site ou blog, que plugins desinstalar ou substituir para melhor performance do WordPress.

 

Gostou do post? Comente, curta e Compartilhe.

Precisando de ajuda? Clique aqui, podemos te ajudar.

 

Como fidelizar os seus clientes

Seja você uma empresa de qualquer tamanho ou profissional liberal ou autônomo ou seja você ainda um(a) artesão(ã), doceira, pedreiro, enfim, não importa o que faça ou mesmo o seu tamanho, se você depende de clientes para sobreviver, siga as dicas abaixo e o seu sucesso será uma questão de tempo.

 




Permita que seu cliente entre em contato com você facilmente

Pensando do lado do consumidor, é muito chato quando esse não encontra os canais de contato do negócio, para fazer uma possível reclamação, tirar uma dúvida etc., bem claro, de fácil acesso.

Se você tem um site, um formulário de contato bem visível ou uma opção *Fale Conosco*, de fácil localização já resolve o problema.

Se você não tem site, nem uma fanpage, por exemplo, no seu cartão de visita ou folder (prospecto) os canais disponíveis deve estar bem claro, com os horários que possam te encontrar.

Além das formas citadas a cima, também tem-se a possibilidade de ferramentas online, como os *Help Desks*, dentre outras formas de comunicação online como Skype, Whatsapp, Facebook Messenger etc. Se você optar por algumas das comunicações online, como as citadas, não demore a responder, seja o mais rápido possível.

E não se esqueça que o mais importante, nessa interação,  é nunca deixar pergunta sem resposta, seja ela qual for.

Surpreenda o seu cliente com algo mais

Existe um tipo de modelo de negócios chamado Modelo Kano, onde, a proposta é entregar algo a mais para o seu cliente, algo de valor, que seja importante para ele(a), não qualquer coisas, tipo chaveirinho.

Para efetivamente causar esse efeito em seus clientes, existem coisas que é viável fazer: Entregar produto antes do prazo estipulado; Entregar algum tipo de brinde útil, que possa ser usado junto com o produto entregue; Um cupom de desconto para novas aquisições; etc.

Mesmo que esses benefícios gerem algum tipo de custo, isso poderá levar esse(a) cliente a fazer um novo negócio com você, considere esse custo, como investimento, para fidelizar e manter o seu cliente, pois, um cliente satisfeito sempre volta e, muitas das vezes, traz outros.

Incentive para que ele volte

O ato de fornecer cupom de desconto, por exemplo, para clientes que já compraram de você, é uma ótima tática, que tem se mostrado uma excelente estratégia de Marketing, onde, você incentiva que o(a) seu/sua cliente retorne e faça novos negócios.

Crie um sistema de pontuação que possa ser transformado em alguma coisa de valor para os seus clientes.




Tenha um controle do seu cliente

Existem algumas ferramentas no mercado destinadas a isso como os CRM (Customer Relationship Management) que ajudarão a você a gerenciar os seus clientes.

Essa ferramentas, dentre outras coisas, permitirão a você administrar informações como:

  • Nome, telefone e endereço;
  • Data de nascimento;
  • Quantos e quais itens foram comprados;
  • Quanto ele já gastou;
  • Relatório de reclamações e elogios feitos por esse cliente;
  • etc.

Você pode controlar essas informações em uma planilha excel, por exemplo, mas, se você tem muitos clientes, busque uma ferramenta CRM. Para te ajudar no mercado existe diversas opções, bem acessíveis.

Conclusão

Se você não cuidar do seu cliente, com carinho, um concorrente seu o fará.

E nunca é demais dizer que, ações como as citadas acima, de retenção de clientes, são mais baratas do que ações para adquirir novos clientes.

Gostou do post? Comente, curta e Compartilhe.

Precisando de ajuda? Clique aqui, podemos te ajudar.