link-quebrado-no-wordpress-miltonandrade-

Nos conteúdo que escrevemos no site ou mesmo no blog necessitamos algumas vezes fazer referências a conteúdo de terceiros: ferramentas, posts, fotos etc., e por vezes, por motivo que desconhecemos, a publicação ou página é retirada do ar pelos seus detentores, com isso recebemos nos comentários dos nossos leitores, informações que algo está errado com o link (link quebrado) que fornecemos, pois não está funcionando. Como resolver esse problema de monitoramento por nós mesmos se temos muitas postagens e algumas bem antigas? Nesses casos podemos recorrer a ajuda de um plugin do repositório do WordPress que nos ajudará muito nessa tarefa:  o plugin Broken Link Checker  que nos avisará sempre quando um link que divulgamos não está mais funcionando.

No email configurado no WordPress para avisos, recebemos uma mensagem do plugin que há algo de errado com um link. Então, a partir desse aviso, visitamos o site motivo da notificação para verificar se há algo de errado mesmo ou se simplesmente o conteúdo foi alterado.

Com essa ferramenta todos os nossos links serão monitorados. Vamos as características desse plugin:



Características

  • Monitora links em seus posts, páginas, comentários,  blogroll e campos personalizados.
  • Detecta links que não funcionam, faltando imagens e redirecionamentos.
  • Notifica você quer através do Dashboard ou por e-mail.
  • Faz com que link quebrado sejam exibidos de forma diferente.
  • Impede aos motores de busca seguir links quebrados.
  • Você pode pesquisar e filtrar as ligações por URL texto âncora, e assim por diante.
  • Os links podem ser editados diretamente na página do plugin, sem atualizar manualmente cada post.
  • Altamente configurável.

Saiba mais sobre o plugin no link: Broken Link Checker

Gostou do post? Comente, curta e Compartilhe.

Precisando Criar ou refazer um site ou blog ou melhorar o posicionamento no Google?
1 – Clique aqui para enviar mensagem
ou 2 – Clique aqui para Whatsapp.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *