Cores no comportamento dos consumidores

A mais de cem anos a humanidade vem usando as cores com a intensidade que vem usando hoje. O número de cores e pigmentos conhecidos antes do século XIX eram muito reduzido, e tinham origem orgânica. Por essa razão eram de difícil aquisição, e somente aqueles com bons fundamentos financeiros poderiam adquiri-los.

 




 

A utilização de derivados do alcatrão, bem como de óxidos metálicos, alteraram bastante o processo de elaboração das cores.

Cada indivíduo reage de diferentes formas a determinada cor, dependendo de sua intensidade, luminosidade e saturação. Entretanto os psicólogos estão de comum acordo quando atribuem certos significados a determinadas cores que são básicas para qualquer indivíduo que vive dentro de nossa cultura.

As cores constituem estímulos psicológicos para a sensibilidade humana, influindo no indivíduo, para gostar ou não de algo, para negar ou afirmar, para se abster ou agir, nos deixar alegres, tristes, aguçar o nosso apetite, nos deixar mais confortável etc. Muitas preferências sobre as cores no comportamento dos consumidores se baseiam em associações ou experiências agradáveis tidas no passado, e portanto, torna-se difícil mudar a preferência sobre as mesmas.

 




 

A ciência experimental permitiu determinar fatos, formular hipóteses e teorias, solucionar problemas atribuídos à natureza humana, seja no seu aspecto psíquico, seja no fisiológico.

As cores fazem parte da vida do homem porque são vibrações do cosmo que penetram em seu cérebro, para continuar vibrando e impressionando sua psique, para dar um som e um colorido ao pensamento e às coisas que o rodeiam; enfim, para dar sabor à vida, ao ambiente. É uma dádiva que lhe oferece a natureza na sua existência na terrena.

 

Cores significados e percepções

Pesquisas recentes mostram quais são as áreas ativadas e o resultado no comportamento dos consumidores.

 

significado-psicologico-das-cores-azul-600x185

 

Azul tem origem no árabe e no persa lázúrd, por lazaward (azul). É a cor do céu sem nuvens. Dá a sensação de movimento para o infinito.

Associação material: Montanhas longínquas, frio, mar, céu, gelo, feminilidade, águas tranquilas.

Associação afetiva: Espaço, viajem, verdade, sentido, afeto, intelectualidade, paz, advertência, precaução, serenidade, infinito, medição, confiança, amizade, amor, fidelidade, sentimento profundo.

Parte do Cérebro: Córtex Pré-Frontal.

Efeito: Em tom escuro relaciona-se ao poder. Mais claro provoca sensação de frescor e higiene. Está ligado a produtividade e sucesso.

 

significado-psicologico-das-cores-laranja-600x185

 

Laranja origina-se do persa narang, através do árabe naranja. Simboliza o flamengar do fogo.

Associação material: Outono, laranja, fogo, pôr do Sol, luz, chama, calor, festa, perigo, aurora, raios solares, robustez.

Associação afetiva: Força, luminosidade, dureza, euforia, energia, alegria, advertência, tentação, prazer, senso de humor.

Parte do Cérebro: Sistema de recompensa, responde pelo prazer e necessidade de repetição da experiência prazerosa.

Efeito: Mudança expansão e dinamismo.

 

significado-psicologico-das-cores-rosa-600x185

 

Parte do Cérebro: Área Tegmentar Ventral – Controla a sensação de recompensa pela saciedade de fome, sede e sexo.

Efeito: Em tom claro dá a ideia de inocência. O tradicional, feminilidade e rompimento de preconceito. O pink reflete o desejo de iniciar ações individuais.

 

significado-psicologico-das-cores-amarelo-600x185

 

Amarelo deriva do latim amaryllis. Simboliza a cor da luz irradiante em todas as direções.

Associação material: Flores grandes, terra argilosa, palha, luz, topázio, verão, limão, chinês, calor de luz solar.

Associação afetiva: Iluminação, conforto, alerta, gozo, ciúme, orgulho, esperança, idealismo, egoísmo, inveja, ódio, adolescência, espontaneidade, variabilidade, euforia, originalidade, expectativa.

Parte do Cérebro: Sistema de Recompensa

Efeito: Passa a mensagem de transparência nas negociações ou no objetivo do lucro. Combinado com outras cores significa credibilidade.

 

significado-psicologico-das-cores-cinza-600x185

 

Associação material: Pó, chuva, ratos, neblina, máquinas, mar sob tempestade.

Associação afetiva: Tédio, tristeza, decadência, velhice, desânimo, seriedade, sabedoria, passado, finura, pena, aborrecimento,carência vital.
Do latim cinicia (cinza) ou do germânico (gris, cinza); nós utilizamos o termo de origem latina. Simboliza a posição intermediária entre a luz e a sombra. Não interfere junto as cores em geral.

Parte do Cérebro: Putâmen regula a distribuição da dopamina, um neurotransmissor relacionado a sensação de prazer. Ínsula, coordena as emoções.

Efeito: É a expressão da neutralidade. Pode representar indecisão e ausência de energias.

 

significado-psicologico-das-cores-verde-600x185

 

Verde vem do latim viridis. Simboliza a faixa harmoniosa que se interpões entre o céu e o o Sol. Cor reservada e de paz repousante. Cor que oferece o desencadeamento de paixões.

Associação material: Umidade, frescor, diafanidade, primavera, bosque, águas claras, folhagem, tapete de jogos, mar, verão, planície, natureza.

Associação afetiva: Adolescência, bem estar, paz, saúde, ideal, abundância, tranquilidade segurança, natureza, equilíbrio, esperança, serenidade, juventude, suavidade, crença, firmeza, coragem, desejo, descanso, liberalidade, tolerância, ciúme.

Parte do Cérebro: Córtex Pré-Frontal – Ligado as decisões, pensamento abstrato e criativo respostas afetivas e capacidade para conexões emocionais e julgamento social

Efeito: Remete à natureza. Transmite frescor, harmonia e equilíbrio. Reforça a ideia de ponderação e coerência.

 




 

significado-psicologico-das-cores-marron-600x185

 

Marrom, do francês marron (castanho).

Associação material: Terra, águas lamacentas, outono, doença, sensualidade, desconforto.

Associação afetiva: Pesar, melancolia, resistência, vigor.

Parte do Cérebro: Sistema Límbico, estrutura interna que responde pelas emoções.

Efeito: É uma cor pesada, sugere conservadorismo.

 

 

significado-psicologico-das-cores-branco-600x185

 

A palavra branco nos vem do germânico blank (brilhante). Simboliza a luz, e nunca é considerado cor, pois de fato não é. Se para os orientais é a morte, o fim, o nada. Representa também, para nós ocidentais, os vestíbulo do fim, isto é , o medo ou representa um espaço (entrelinhas).

Associação material: Batismo, casamento, cisne, lírio, primeira comunhão, neve, nuvens em tempo claro, areia clara.

Associação afetiva: Ordem, simplicidade, limpeza, bem, pensamento, juventude, otimismo, piedade, paz, pureza, inocência, dignidade, afirmação, modéstia, deleite, despertar, infância, alma, harmonia, estabilidade.

Parte do Cérebro: Córtex Cerebral Esquerdo , responsável pelo pensamento lógico e pela competência comunicativa.

Efeito: Sugere pureza. Cria a impressão de luminosidade. Transmite a ideia de frescor e calma. Combinado com outras cores proporciona harmonia.

 

significado-psicologico-das-cores-roxo-600x185

 

Roxo nos vem do latim russes (vermelho-carregado). Cor que possui um forte poder microbicida.

Associação material: Noite, janela, igreja, aurora, sonho, mar profundo.

Associação afetiva: Fantasia, mistério, profundidade, eletricidade, dignidade, justiça, egoísmo, grandeza, misticismo, espiritualidade, delicadeza, calma.

Parte do Cérebro: Polo Frontal, ligado ao planejamento de ações e movimento e ao pensamento abstrato.

Efeito: Pode remeter a mistério. Também se relaciona a calma e sensatez.

 

significado-psicologico-das-cores-vermelho-600x185

 

Vermelho nos vem do latim vermículos (verme, inseto). Desta se extrai uma substância escarlate, o carmim, e chamamos a cor de carmesim [do árabe : qimezi (vermelho bem vivo ou escarlate)]. Simboliza uma cor de aproximação, de encontro.

Associação material: Rubi, cereja, guerra, lugar, sinal de parada, perigo, vida, Sol, fogo, chama, sangue, combate, lábios, mulher, ferida, rochas vermelhas, conquista, masculinidade.

Associações afetivas: Dinamismo, força, baixeza, energia, revolta, movimento, barbarismo, coragem, furor, esplendor, intensidade, paixão, vulgaridade, poderio, vigor, glória, calor, violência, dureza, excitação, ira, interdição, emoção, ação, agressividade, alegria, comunicativa, extroversão.

Parte do Cérebro: Amigdala e núcleo Accumbens, estrutura ligada ao prazer.

Efeito: Emoção, dinamismo, sexualidade, virilidade e masculinidade. Em relação ao consumo pode estimular, no caso dos alimentos.

 

significado-psicologico-das-cores-preto-600x185

 

Deriva do latim niger (escuro, preto, negro). Nós utilizamos o vocábulo “preto”, cuja etimologia é controvertida. É expressivo e angustiante ao mesmo tempo. É alegre quando combinado com certas cores. As vezes tem conotação de nobreza, seriedade.

Associação material: Sujeira, sombra, enterro, noite, carvão, fumaça, condolência, morto, fim, coisas escondidas.

Associação afetiva: Mal, miséria, pessimismo, sordidez, tristeza, desgraça, dor, temor, intriga.

Parte do Cérebro: Amigdala regula o comportamento sexual, agressividade, medo e memória emocional.

Efeito: Sugere mistério, curiosidade, superioridade além de nobreza e distinção.

 

Conclusão

Agora você já sabe como as cores exercem grande influência no nosso comportamento de consumo, então use essas informações em benefício do seu negócio.

Ah, esse artigo, bem como outras técnicas, faz parte do nosso ebook Tirando o máximo do seu blog, clique e conheça o conteúdo.

Gostou do post? Comente, curta e Compartilhe.

Precisando de ajuda? Clique aqui, podemos te ajudar.

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.