Usabilidade diz respeito aos aspectos de eficiência e eficácia no uso de aplicações. Eficiência seria o grau da capacidade de executar as funções ou operar a aplicação. Eficácia seria o efeito da operação. Ou seja, alem de conseguir operar, e’ importante que a operação traga algum resultado positivo ou um benefício.

Aspectos de inspeção da usabilidade

O grau com que o usuário consegue realizar uma tarefa são medidos pelos itens: funcionalidade correta, eficiência de uso, facilidade de aprendizagem, facilidade de relembrar, tolerância a erro e satisfação subjetiva.

Métodos de Inspeção

  • Avaliação Heurística
  • Revisão de Guidelines
  • Percurso Pluralístico
  • Inspeções de Consistência
  • Inspeções de Standards
  • Percurso Cognitivo

7 Regras Básicas de Usabilidade na WEB

  • Clareza na arquitetura da informação
  • Facilidade de navegação
  • Simplicidade
  • A relevância do conteúdo
  • Manter a consistência e o padrão
  • Tempo suportável
  • Foco nos usuários




Importante: a boa usabilidade tem importância ímpar na economia e qualidade de uma aplicação web. No design de produtos e de software tradicionais, usuários “pagam” antes e experimentam a usabilidade depois; já na web experimentam a usabilidade antes e “pagam” depois.Dica: a má usabilidade equivale a nenhum cliente. Mantenha conteúdo de alta qualidade, atualizações constantes, tempo de download mínimo, facilidades de uso.

Porque testar somente com 5 usuários?

Algumas pessoas pensam que usabilidade é um processo muito custoso e complexo. Não é verdade. Testes bem elaborados de usabilidade não necessitam mais do que 5 usuários executando pequenos testes orientados (ref: Nielsen Norman Group).

Após aplicar o teste para o primeiro usuário e captar as avaliações, os conhecimentos sobre os problemas de usabilidade da aplicação atingem cerca de um terço (1/3) do total.

Após o teste com o segundo usuário, você descobrirá que esta pessoa faz algumas coisas semelhantes ao primeiro usuário. Assim, o aprendizado de novos problemas diminui. Outros problemas surgirão, em menor número, pois o segundo usuário observa itens distintos na interface.

O terceiro usuário fará muitas coisas já observadas com o primeiro usuário e segundo usuário. O terceiro usuário gerará uma quantia pequena de dados novos.

Com a aplicação dos testes para novos usuários a curva de aprendizado de novos problemas de interface da aplicação reduz cada vez mais. Após o quinto usuário, você está desperdiçando seu tempo observando os mesmos problemas repetidamente e não aprendendo nada de novo. É hora de retornar a aplicação e refiná-la em alguns aspectos da arquitetura.

Referências:

http://www.useit.com/
http://usableweb.com/
http://www.webpagesthatsuck.com/suckframe.htm

Homepage – Usabilidade – Desconstruindo Websites – Jakob Nielsen
Projetando websites – Jakob Nielsen

Gostou do post? Comente, curta e Compartilhe.

Você está precisando ou sabe de alguém que esteja precisando CRIAR ou REFAZER UM SITE para melhorar o posicionamento no Google? Pode enviar uma mensagem ou chame no Whatsapp.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *